Casoncelli verdinho com recheio de ricota vegana

 

Vou fazer alguns posts sobre massa. Pra começar, esse casoncelli com massa verde. Tentei usar ingredientes fáceis de encontrar. E essa massa só leva água (no caso, suco de couve, mas pode usar outro vegetal se quiser) e farinha. Então, para dar um ponto bacana, precisa mexer bem, ativar o glúten da farinha, tá?

* Pra deixar sua timeline mais charmosa, curte o AMO no facebook ❤ *

Ricota – pro recheio:
1 xícara de bagaço de leite de amendoim
2 colheres de sopa de água
4 colheres de sopa de azeite/óleo
1/2 dente de alho
1/2 cebola pequena
1 limão (caldo)
1 colher de sopa de polvilho azedo
1/2 colher de chá de fermento pra pão – aquele de sachê, sabe? Isso vai substituir o levedo
sal

Bate cebola, alho, água, fermento e azeite/óleo. Aí mistura com o polvilho e o bagaço de amendoim. Leva isso pro fogo e mexe. Quando formar uma bola, desliga o fogo e coloca o limão. Deixa na geladeira e usa como quiser. Pra fazer o receio, eu acrescentei umas ervas – orégano, manjericão….

cason16
Foto ruim, mas não consegui tirar outra melhor hahahahah

 

Ingredientes da massa:
2 xícaras de farinha de trigo (+ um pouco até dar ponto, cerca de 1/2 xícara)
1 xícara de suco de couve (1x de água + 3 colheres de couve, bati e coei)

Coloca a farinha numa superfície plana e limpa. Faz um buraco no meio e coloca o suco. Com movimentos circulares, vai misturando aos poucos o líquido com a farinha. Mexe até virar uma gosma grudenta. Trabalha esse gosma. E vai colocando farinha. Mexe bem, até ficar mais firme do que massa de modelar e desgrudar da mão.

cason4

Modelando os casoncelli:
Abre a massa sobre uma superfície enfarinhada. Se não tiver um rolo de macarrão, pode usar uma garrafa vazia. Corta a massa em tiras largas. Coloca porções de recheio no meio da tira. Dobra a tira ao meio. Pressiona ao redor do recheio, tenta tirar o máximo de ar possível. Aí, corta a massa em formato de meia lua – eu usei uma forminha de cupcake, mas pode usar copo, carretilha… o que você quiser. Dobra o lado arredondado da meia lua. Vai ficar parecendo um travesseiro. Aí, aperta o centro da massa – em cima do recheio. Deve ficar parecendo um barquinho.

Aqui explica certinho:

cason12

cason18

Depois, coloca a massa na água fervente. Quando subir e começar a dançar, tá pronto. Bota no molho quente e se divirta!

cason13cason14

-Pra guardar na geladeira: deixa a massa em um lugar seco por cerca de 1 hora – virando na metade do tempo. Assim, ela vai secar e aguentar uns 3 dias na geladeira.
-Pra congelar: depois e cozinhar a massa, escorre bem, bota num potinho e congela.

Qualquer dúvida, por perguntas 😉

Anúncios

Rocambole molhadinho de goiabada

Faz um tempo que tenho tentado chegar numa receita de rocambole bacana. As massas tradicionais levam ovos pra ficarem macias e bem maleáveis. Pra veganizar essa iguaria, passei por várias tentativas frustradas, tinha vez que parecia que ia funcionar, mas aí rachava na hora de enrolar. Até que ***tchãnananã*** cheguei nessa receita aqui.

Se tudo der certo, em breve consigo chegar numa receita de bolo de rolo. Caso alguém de Recife queira me dar umas dicas, super aceito!

rocambole7

Pra cozinhar ouvindo Comadre Fulozinha ❤

Recheio de goiabada
1 xícara de goiabada
1 xícara de água

Pica a goiabada, coloca numa panela com água, tampa e deixa no fogo médio. Mexe de vez em quando. Vai derreter. Aí, mexe  mais até ficar um creme. Tira do fogo e deixa na geladeira até a hora de usar.

Massa
1 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de polvilho doce
1 colher de sopa de fermento
1/2 xícara de açúcar [usei demerara]
1 colher de chá de baunilha
1/4 xícara de óleo
1 xícara de água

2 colheres de suco de laranja ou leite de coco – só pra umedecer a massa.
Coco ralado pra decorar.

rocambole1rocambole2

Como eu sempre faço as massas aqui, em 2 tigelas:
Mistura fermento, polvilho e farinha numa tigela. Em outra, mistura açúcar, água, óleo e essência.  Aí, junta as coisas das duas tigelas em uma só. Vai ficar uma massa mais líquida do que massa de bolo tradicional e mais consistente do que massa de panqueca.

[Dissolvo o açúcar nos líquidos antes porque  assim não precisar mexer tanto a massa. Desse jeito, não desenvolve o glúten na farinha de trigo. O que vai resultar numa massa mais leve.]

rocambole3

Pega uma assadeira grande, unta a assadeira toda, mas só enfarinha a parte de baixo. Assim, a massa vai crescer por igual, vai ficar plana.

Forno 200ºc, deixa lá por uns 20 minutos. Até a massa ficar firme ao toque – aperta no meio da massa,  se estiver fofinha, tá pronta.

Tira, desenforma o bolo sobre um pano úmido. Deixa a parte macia pra cima.

rocambole4

Corta as bordas do bolo e um umedece com o líquido que você escolheu. Esse aí da foto foi molhado com leite de coco.

Espalha todo o creme de goiaba.

rocambole5

Com ajuda do pano, vai enrolando a massa. Enrola e aperta, mas não muito. Vai escorrer um pouco do recheio, é normal.

rocambole6

Aí, espalha o recheio que escorreu por cima do rocambole.
Joguei um pouco de coco ralado por pra dar crocância e deixar bonitinho. Pronto 🙂

-Se estiver a fim, curte a página do AMO: https://www.facebook.com/amodeliciasveganas/

rocambole8

Macarrão fresquinho com tomate e ervas

Esse prato é um que eu gosto de fazer pra levar a estas festas de fim de ano. Adoro ele porque é rápido pra preparar, fica bonitão, rola fazer e deixar na geladeira pra comer no dia seguinte.

macafresc3

Desta vez fiz só com tomate sweet grape – que é tipo o cereja, só que mais docinho. Mas, gosto de fazer misturando vários tipos – italiano, débora, caqui, carmem, cereja, o que a imaginação mandar…

Vou botar Billie Holiday por razões de: ❤
hahahah sim, perdi totalmente do critério das músicas nos posts

O que vai
500g de macarrão

300g~400g de tomates picados
4 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de orégano
6 ramos de manjericão
5 colheres de sopa de castanhas raladas – pode ser qualquer tipo
sal
pimenta

Opcionais:
1 colher de chá de levedo
1 colher de sopa de vinho tinto seco
azeitonas
alho amassado
lascas de queijo vegano – nesse botei o parmesão da violife, achei caro, considero uma extravagância de fim de ano hahaha

macafresc1

Corta os tomates, coloca sal e as ervas. Aí, coloca azeite, castanhas, pimenta. E os opcionais. O sal vai puxar parte da água dos tomates e vai sair um caldinho. Mistura e reserva. Assim, os sabores vão se misturar e se potencializar.

macafresc2

Cozinha o macarrão e tira do fogo quando estiver al dente, não pode deixar ficar muito mole se não vai virar uma gororoba.
Então, escorre o macarrão e coloca numa tigela com água gelada e sal. Isso é pra parar de cozinhar e baixar. Aí, escorre de novo o macarrão e mistura no lance de tomates. Deixa na geladeira até a hora de servir.

macafresc5

macafresc6

Espaguete com molho de cenoura e nata de soja com laranja

Ando meio atabalhoada, daí que tô devendo post aqui no blog, e tenho feito massas práticas em casa. Esse macarrão, por exemplo, fica super bacana e leva menos de meia-hora pra ficar pronto.  Ah, a receita é pra 300g de massa, tá?

macala5

Molho:
2 cenouras
100ml de leite de coco
+-100ml de água [pode ser a do cozimento da cenoura]
Cheiro verde
Sal
Pimenta

Guarnição:
200g de proteína [tofu, cogumelo, seitan, pts/ptv ou yubá/nata de soja…]
1 laranja [só o suco]
1/2 cebola
Erva doce
Páprica doce ou picante
Óleo pra refogar
Sal
Pimenta

macala1

Pra começar, deixa as cenouras cozinhando. Vai cuidar da guarnição.
Refoga a cebola no óleo com um pouquinho de sal. Coloca a proteína e refoga mais um pouquinho. Coloca a erva doce e o suco, deixa lá em fogo baixo até reduzir, dar uma caramelizada de leve e ficar tostadinha. Acerta o sal e a pimenta. E cabô.
Agora, vai cuidar do molho.

macala3

Bate as cenouras cozidas com leite de coco até virar um creme, se precisar, coloca a água. Põe sal e pimenta. Bate um pouquinho, aí, entra o cheiro verde. Bate só um pouquinho, o ideal é ficarem uns pedacinhos de folhas.

macala2

Como montei:
Metade do molho vai no macarrão ainda quente – aliás, o ideal é sempre misturar tudo quente pros sabores se combinarem bem. Aí, o resto do molho foi por cima, no prato, só pra ficar charmoso. Então, coloquei a nata de soja.
E um pouco de pimenta rosa pra fazer uma graça!

macala4

Espaguete com pesto de rúcula & tomatinho seco & nata de soja recheada

Tá na correria e quer fazer um jantar bacaninha?  Não vou nem te enrolar com textão divertidinho, se joga nessa receita!

pest3

Nata de soja recheada com creme de couve flor e brócolis

1/2 buquê de couve-flor cozida
1/2 buquê de brócolis cozido
sal e pimenta
1 colher de sopa de vinho branco
1 colher de sopa de polvilho [ou qualquer outro amido]
1 colher de sopa de água
1/2 limão
cebola ralada [quanto você quiser]
Nata de soja [ou yubá] 250g

Abre a nata de soja de modo que seja possível rechear e enrolar; espalha cebola ralada, sal e pimenta
Pica o brócolis. Bate a couve flor com os demais ingredientes até ficar um purê.
Espalha essa pasta de couve flor +  brócolis picado sobre a nata, acerta o sal e enrola.
Coloca numa forma untada, forno médio, pincela com shoyu. Deixa até a nata ficar crocante – dá uns 20 minutos, forno médio-alto. Aí, quando tirar do forno, pincela com azeite ou creme vegetal.

pest5 pest6
pest7 pest8

Tomatinho seco:
1 caixinha de tomate sweet grape
alho
orégano
tomilho
sal
açúcar

Corta os tomates ao meio e coloca em uma assadeira untada com azeite.
Põe todos os temperinhos e leva ao forno baixo até eles secarem [obviamente haha]. É rapidinho, cerca de 20 minutos. Ah, tenta não mexer para evitar que eles desmanchem, vá com jeitinho.

pest4

Pesto de rúcula

1/2 maço de rúcula
2 coheres de sopa de azeite
sal
1 colher de sopa de amêndoas ou outra noz/castanha que você tiver/quiser
1/2 limão
-água, se precisar de ajuda pra bater.

Bate tudo no liquidificador. Aí, é só jogar no macarrão e partir pro abraço 😉

pest2

pest9

Ravioli com castanha de caju e molho de vinho + tomate cereja confitado (aka a face da paixão)

É barato de fazer, samba na cara da galera que pergunta ‘o que você come?’ e ainda cria um clima de romance. Demora umas 2 horinhas pra ficar pronto, mas já pode dar o play https://www.youtube.com/watch?v=BKPoHgKcqag

22

Primeiro, pega os tomatinhos, corta ao meio e coloca eles deitadinhos de bunda pra baixo. Aí, coloca temperinhos – eu: alho, orégano, alecrim, tomilho e sal. Joga azeite. Vai pro forno beeem baixo. E esquece lá.

A massa:
1,5 xícara de farinha de sêmola fina
1,5 xícara de farinha de trigo
1 xícara de água (pode ser mais ou menos, dependendo das farinhas)
Cúrcuma – pra dar uma corzinha

Como?
Mistura farinhas e cúrcuma
Faz um buraco no meio e enche de água
Com os dedos, vai mexendo a água no buraco e incorporando a mistura aos poucos – fica de olho se precisa de mais água.

Vai virar uma bolona, não vai grudar mais na mesa. Aí, coloca numa tigela, cobre com um pano úmido e vai cuidar de fazer molho/recheio…

44

O recheio:
No liquidificador…
1/2 xícara de castanha de caju
5 colheres de sopa de água – essa medida bizarra é pq fui colocando aos poucos
1 dente de alho pequeno
1 colher de sopa de levedo
1 colher de azeite
sal, noz moscada, pimenta
Bate até virar um pastinha e coloca mais 1/2 xícara de castanha. Bate de novo. Vai ficar um patê pedaçudo.

33
Pra montar:
Abre a massa, recheia, fecha – não tenho aquele lance de fazer ravioli, usei essa forma de gelo aí da foto.
Joga na água fervente com sal. Subiu – eu espero parar de dançar, tá pronto.

O molho:
é a coisa MAIS FÁCIL DO MUNDO:
Refoga uma cebola. coloca 1 xícara de vinho tinto seco, abaixa e deixa reduzir um tiquinho. Aí, pega uma xícara de café, coloca 1 colher de chá de amido, 1 colher de sopa de shoyu, completa com água, mexe e joga no lance do vinho. Mistura tudo, espera o amido cozinhar e PRONTO. [caps loka!]