Panetone vegano mais sussa – receita detalhadinha

panetone16
Sempre vi receitas de panetones veganos, mas levavam ingredientes complicados chatinhos de encontrar. A massa original leva um monte de ovo e manteiga, então, veganizar é uma dificuldade. Mas, resolvi desenvolver uma receita com o meu amado e versátil inhame. Me inspirei nesta receita do Presunto Vegetariano. E tive ajuda da espetacular Tamine, confeiteira Delícias Veganas, de Salvador/BA.

Os ingredientes são encontrados em qualquer mercado e o resultado fica bem próximo do tradicional. A  massa é úmida e perfumada. A única coisa mais complicada é que, como a massa é delicada, são várias etapas de preparação, mas eu tentei explicar direitinho. Qualquer dúvida, me avisa 😉

panetone234

Faz um tempo que não posto e peço desculpa pela ausência aqui. Mas, minha mãe, dona total do meu coração, tá fazendo um tratamento complicado. Então, meu foco é cuidar dela este ano. E preciso dizer que Tamine, além de me dar dicas de confeitaria, tem sido uma ótima amiga e me apoiado muito desde o começo. Brigado, amorinha  ❤ ❤ ❤

Dá o play no Chico, que faz mamãe sambar e suspirar.
Bóra parar de enrolação e partir pra receita!

Primeiro, faz a esponja, que vai acordar o fermento com todo pique:

3/4 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de água morna
1 colher de sopa de açúcar
10g de fermento biológico seco (aqueles de sachê, sabe?)

panetone3

Mistura água, fermento e açúcar até dissolver tudo. Bota a farinha e mexe. Vai ficar parecendo uma gororoba. Tá certinho. 🙂
Deixa num lugar sossegado por uns 30 minutos. O fermento precisa de um tempinho pra acordar de boa, sem pressa.

Aí, enquanto você tá esperando já prepara as coisas da massa. Você vai precisar de:

3/4 xícara de inhame cozido (dá uns 4 inhames bolinha)
1/2 xícara de água
Raspas da casca de meia laranja
1 colher de chá de essência de baunilha
5 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de óleo (eu boto uma gotinha de dendê pra deixar a massa coradinha)
3 xícaras de farinha de trigo
+1/2 xícara de farinha pra polvilhar enquanto abre a massa

O ideal é usar o inhame ainda quentinho pra gente ter uma mistura morna pra fazer a massa, ok?
Bate no liquidificador todos os ingredientes – menos a farinha e a gororoba de fermento.

 

 

Agora é hora de juntar a massinha de fermento (que descansou 30 minutos) com o creme de inhame. Mistura tudo até ficar sem grumos. Então, colocar as 3 xícaras de farinha de trigo. A massa deve ficar grudenta, não firme como massinha. Cobre com um pano e deixa lá. Vai cuidar dos recheios.

Recheios:
Pra essa massa, usei 1 xícara de recheio. Como é Natal e a gente se sente rica,  fiz metade com cranberry, amêndoas e chocolate 70% e outra parte com  damasco e chocolate.
Nos testes anteriores, eu botei muito recheio e os pães não cresceram. Também cortei muito grande os pedaços, ficou pesado e não deixou a massa fofinha.

 

 

 


É hora de montar os pães.
Você vai precisar de uma bacana/mesa/tábua,  enfarinha sua superfície de trabalho. Aí, abre a massa com as mãos. Se precisar, coloca farinha daquela meia xícara, não bota muita farinha pra não pesar. Espalha o que você vai usar como recheio, enrola a massa como se fosse um rocambole. Enrola de novo e dá uma apertadinha pro receio se misturar à massa. Essa quantidade de massa vai render um quilo de panetone. Você pode colocar nas forminhas que tiver. Eu fiz dois de 250g e cinco de 100g.

panetone10panetone8

Unta suas mãos óleo de cozinha e divide a massa nas forminhas – se quiser, pode colocar castanhas por cima, igual eu fiz. E deixa descansando por duas horas num  lugar ameno, cobre com um pano pra proteger a massa. Fecha janela, porta, fecha tudo, quanto mais abafado estiver, melhor pra massa crescer. Ah, lembra que vai dobrar de tamanho, então, não enche muito as formas, blz?

panetone12panetone13

Preparo do forno:
Quando tiver passado 1h40, liga o forno porque tem que pré-aquecer a 250º por 20 minutos, no mínimo.
Coloca uma assadeira com água. Na parte de trás em na grade de baixo. O importante é que o forno fique quentinho e com umidade.

 

Assando:
Coloca os pães no forno a 250º e deixa nesta temperatura por 7 minutos. Depois, abaixa pra 210º. Deixa mais 30 minutos.
A forma de saber se tá pronto é a mesma de todos os pães – dá um soquinho no fundo, se fizer barulho de oco, tá assado. 😉

Esfriando:
Sim, panetone é uma coisa cheia de frescurinha e não pode só deixar lá ele esfriando. Eu tentei até aquele lance de deixar pendurado esfriando, mas não teve um resultado muito diferente de simplesmente deixar os pães virados sobre a grade do fogão. Então, faz assim, vira os panetones e deixa sobre a grade do fogão – ou qualquer outro gradil que você tiver aí. Depois que o calor já tiver saído, coloca os panetones me saquinhos pra eles permanecerem molhadinhos. Se usar forminha de cupcake, como eu, precisa desenformar e deixar ele respirar um pouco antes de embalar, tá?

 

panetone17

Se quiser fazer uma firula, pode enfeitar com chocolate derretido com um fiozinho de óleo. Assim, depois de esfriar, ele vai ser fácil de cortar sem rachar a casquinha.

 

panetone14

Se quiser deixar sua timeline mais linda, curte o AMO no facebook 🙂

Anúncios

Vem que tem especial de Páscoa!

Você pode viver a Páscoa de diversas formas… Pode refletir sobre passagens, ir pra missa rezar, aproveitar o feriado pra botar as séries em dia, se entupir de chocolate, fazer tudo isso ou não fazer coisa alguma. Mas uma comidinha especial sempre faz bem pro buchinho e pro coração.

Selecionei umas receitas do blog que são sucesso pro almoço de páscoa ser mais especial. 🙂

Começando pela sobremesa pq a vida é curta!

Páscoa: Ovo de pão de mel [Bônus: cake pop]

pascoa_ovochoc


Ambrosia vegana de 10 minutos!

pascoa_ambrosia

**A agora é hora dos salgados**

Arroz cremoso com limão e postas de ~peixe~ sem peixe

pascoa_Feijao


Bambulhoada

pascoa_bambu


Moqueca de palmito pupunha com ~camarão~ de feijão branco +bônus: caldo de legumes e farofa de banana

pascoa_moqueca


Moranga lindíssima recheada com palmito ❤

pascoa_moranga


Cuscuz paulista cheio de carinho ❤

pacoa_cuscuz

 

É isso, amém pra quem é de amém, axé pra quem é de axé, beijo pra quem é de beijo ❤

[Rapidão e sedução] Doce de leite de coco

Um dos maiores sucessos deste amoroso bloguinho é o doce de leite de castanha de caju. Mas, a castanha ta custando uma fortuna, você pode escolher entre comprar 1kg de castanha de caju crua ou 1 fusca bacaninha de segunda mão (risos risos). Então, fiz uns testes e cheguei nessa receita aqui de doce de leite de coco. Eu recomendo fazer com leite de coco mais forte, um que a primeira coisa listada como ingrediente no rótulo seja leite de coco ou coco. Doce de leite gostoso precisa ter um tanto de gordura, ela espalha o sabor pela língua. Ah, deve funcionar também com leite de coco caseiro. Se alguém testar, me avisa.

>> Lembra de curtir AMO no fb pra deixar sua vida mais gostosinha. Clica AQUI, ó.

docecoco6

Ingredientes

1/2 xícara de açúcar [usei demerara]
1 xícara de leite de coco
1/2 colher de chá de polvilho doce [deve funcionar com amido de milho tbm]
1 pitada de sal
1 colher de chá de baunilha

docecoco1

Como faz:

Pra começar, pega um prato e deixa no congelador. Não, não é feitiçaria hahahahahaa
Mistura o leite, polvilho e sal. Deixa reservado. Aí, numa panela, derrete o açúcar.  Joga o leite de coco com as coisas. Mexe até derreter o caramelo. Quando passar a colher, tem que aparecer o fundo da panela.

Pra saber se ta no ponto, coloca uma gota de doce naquele prato que tava gelando no congelador. Vira o prato pra escorrer a gota. Tem que ficar como uma calda de caramelo espessa e transparente.
Aí, bota na geladeira. Quando esfriar, a cor muda e fica cremoso.

docecoco5

Se liga na textura, colega:

bloggif_58de9d26509ad.gif

É isso 😉

 

[Pro festerê] Bolo guirlanda de frutas e nozes

Esse bolo é um luxo só, fica lindão e é facinho de fazer. Você pode usar as frutas que tiver em casa pra decorar. A massa fica perfumada e molhadinha porque tem banana.
Ah, fiz com melado de cana e açúcar, se você não tiver melado em casa, pode dobrar a quantidade de açúcar e fica tudo, tá?

guirlanda8

guirlanda9

4 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de sopa de fermento [ou 1 colher de cremor tártaro e 1/2 colher de bicarbonato de sódio]
1/2 xícara de óleo
1/2 xícara de melado [se não tiver, dobra a quantidade de açúcar e funciona igual]
1/2 xícara de açúcar
1/2 xícara de água
4 bananas
1 xícara de nozes
Canela em pó
Raspas de laranja ou essência de panetone

Pra decorar:
Frutas, várias, todas que você quiser.
Folhas de hortelã ou funcho
Geleia ou melado

Em uma tigela, amassa as bananas com melado, óleo, açúcar, essência e água. Vai virar um mingau. Em outra tigela, mistura farinha e fermento. Junta as coisas das duas tigelas e coloca as nozes. A massa fica firme, quase um pão de minuto. Leva ao forno pré-aquecido, 210ºc por uns 30 minutos.

Tira do forno, deixa esfriar e pincela com melado ou geleia – isso é pras frutas não ficarem caindo. Aí, vai colocando as frutas e as folhas no bolo. E tá pronto 🙂

guirlanda5guirlanda10

Feliz natal, povo lindo!
E, pra deixar sua timeline mais gostosa, curte AMO no facebook:  https://www.facebook.com/amodeliciasveganas

Bolinho de fubá recheadão [& um lance tipo creme de mascarpone]

Gente, 2016 está sendo um ano puxado, né? Então, vou botar umas coisinhas aqui pra acalentar o coração e aliviar um pouco a tensão desses últimos dias.
Ah, depois vou postar umas comidas de festa pra gente se preparar pra 2017 com buchinho cheio e coração quente.

Segue vídeo fofo pra aliviar a tensão:

fabagoi7

Bolo de fubá:

1 xícara farinha de trigo
1,5 xícara de fubá
1/2 xícara de polvilho azedo
1/2 xícara de açúcar [sempre uso demerara]
1/2 xícara de coco ralado [ou mais isso era o que eu tinha em casa]
1 xícara de leite de coco [ou pode usar outro leite vegetal]

1/2 xícara de água

1/4 xícara de óleo
1 colher de sopa de erva doce
1 colher de sopa de fermento
1 colher de chá de sal
+ goiabada, o tanto que você amar

Mistura farinha, polvilho, fermento, sal e fubá.
Em outra tigela mistura o açúcar e os demais líquidos.
Aí, junta tudo e coloca coco e erva doce.

Bota metade da massa, põe pedaços de goiabada e cobre com mais massa. Eu coloquei 1 colher de chá de goiabada pra cada bolinho.
Aí, forno a 200 graus por uns 20 e poucos minutos. 😉

fabagoi6

fabagoi5

fabagoi8

Creme de **mascarpone**
4 colheres de sopa de castanha de caju
1 xícara de tofu
1/4 xícara de açúcar [se quiser mais doce, pode dobrar esta quantidade]
1 colher de sopa de limão
1,5 colher de chá de polvilho azedo
1/2 xícara de água [dependendo do seu tofu, pode precisar de mais, tá?]
1 colher de sopa de baunilha
1 colher de chá de óleo

Deixa a castanha de molho na água quente por 1h. Aí, escorre e bate com todos os ingredientes, menos a baunilha e o limão – aqui vai também 1/2 xícara de água. Leva pro fogo e mexe até virar um creme denso, com jeito de catupiry,sabe? Bate essa mistura com o limão e a baunilha. Vai ficar bem cremoso e delicado. Leva pra geladeira pra esfriar, mas coloca um plástico filme grudadinho com o creme. Assim, ele esfria e não forma aquela película mais grossa.

Aí, você pode misturar isso com outras coisas e incrementar uma sobremesa – come com frutas, coloca num bolo com sabor mais marcante, transforma um pavê num tiramisù, quebra o doce de qualquer sobremesa… Enfim, seja feliz!

masc6masc7

Rocambole molhadinho de goiabada

Faz um tempo que tenho tentado chegar numa receita de rocambole bacana. As massas tradicionais levam ovos pra ficarem macias e bem maleáveis. Pra veganizar essa iguaria, passei por várias tentativas frustradas, tinha vez que parecia que ia funcionar, mas aí rachava na hora de enrolar. Até que ***tchãnananã*** cheguei nessa receita aqui.

Se tudo der certo, em breve consigo chegar numa receita de bolo de rolo. Caso alguém de Recife queira me dar umas dicas, super aceito!

rocambole7

Pra cozinhar ouvindo Comadre Fulozinha ❤

Recheio de goiabada
1 xícara de goiabada
1 xícara de água

Pica a goiabada, coloca numa panela com água, tampa e deixa no fogo médio. Mexe de vez em quando. Vai derreter. Aí, mexe  mais até ficar um creme. Tira do fogo e deixa na geladeira até a hora de usar.

Massa
1 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de polvilho doce
1 colher de sopa de fermento
1/2 xícara de açúcar [usei demerara]
1 colher de chá de baunilha
1/4 xícara de óleo
1 xícara de água

2 colheres de suco de laranja ou leite de coco – só pra umedecer a massa.
Coco ralado pra decorar.

rocambole1rocambole2

Como eu sempre faço as massas aqui, em 2 tigelas:
Mistura fermento, polvilho e farinha numa tigela. Em outra, mistura açúcar, água, óleo e essência.  Aí, junta as coisas das duas tigelas em uma só. Vai ficar uma massa mais líquida do que massa de bolo tradicional e mais consistente do que massa de panqueca.

[Dissolvo o açúcar nos líquidos antes porque  assim não precisar mexer tanto a massa. Desse jeito, não desenvolve o glúten na farinha de trigo. O que vai resultar numa massa mais leve.]

rocambole3

Pega uma assadeira grande, unta a assadeira toda, mas só enfarinha a parte de baixo. Assim, a massa vai crescer por igual, vai ficar plana.

Forno 200ºc, deixa lá por uns 20 minutos. Até a massa ficar firme ao toque – aperta no meio da massa,  se estiver fofinha, tá pronta.

Tira, desenforma o bolo sobre um pano úmido. Deixa a parte macia pra cima.

rocambole4

Corta as bordas do bolo e um umedece com o líquido que você escolheu. Esse aí da foto foi molhado com leite de coco.

Espalha todo o creme de goiaba.

rocambole5

Com ajuda do pano, vai enrolando a massa. Enrola e aperta, mas não muito. Vai escorrer um pouco do recheio, é normal.

rocambole6

Aí, espalha o recheio que escorreu por cima do rocambole.
Joguei um pouco de coco ralado por pra dar crocância e deixar bonitinho. Pronto 🙂

-Se estiver a fim, curte a página do AMO: https://www.facebook.com/amodeliciasveganas/

rocambole8

Sorvete de 3x chocolate: É cremosão, é gostosão, é simplão!

Nessas últimas semanas, eu não consegui me organizar pra postar as coisas no blog… Mas, antes que a semana acabe, chego chegando com essa receita de sorvete. Os ingredientes são tranquilos de achar, o processo não é complicado, mas pode demorar um tantinho.

Comi com pipoca doce e blondie, um brownie branco, depois coloco a receita aqui, tá?

sorvt1
Pra cozinhar ouvindo e ralando o popô  no chão da cozinha:

Antes de tudo…
Cozinha meio quilo de feijão preto, pega 3 xícaras do caldo, coa, leva pra uma panela, fogo baixo. Deixa lá até reduzir pra 1 xícara. Eu nunca sei quando já deu, então, vou medindo a cada 5 minutos.
Aí, vai formar uma nata – acho que é resíduo sólido dos grãos de feijão, coa de novo. Vai estar um caldo concentrado, bem preto. Deixa esfriar, ele vai ficar grossinho, um pouco mais líquido do que calda de chocolate.  Relaxa, não vai ficar com gosto de feijão, fica com gosto de um sorvete bem chocolatudo. Se você não for usar o feijão no dia, congela pra usar depois. 😉

Pronto, já dá pra fazer o sorvete. Você vai precisar:
1 xícara de caldo de feijão preto reduzido
1/4 de xícara de açúcar [ou 1/2 xícara de você quiser mais doce]
100g de chocolate amargo
1 colher de chá de essência de baunilha
Calda de chocolate pra sorvete e chocolate picado [o tanto que você quiser, eu usei pouquinho]

Bate na batedeira o caldo reduzido, vai ficar cremoso e num tom pastel – tipo leite com achocolatado, mas não muito denso. Coloca baunilha e o açúcar.

sorvt5

Enquanto bate, derrete o chocolate amargo, tira do fogo e mexe o chocolate até ele ficar na temperatura do seu corpo – coloca uma gotinha no pulso ou embaixo do lábio – se não sentir nem frio nem quente, tá na temperatura certa.

sorvt6

Coloca o chocolate aos poucos pra bater com tudo. Vai ficar com cara de mousse. Se deixar na geladeira vira uma mousse bacana.

sorvt7

Bota num pote com calda de chocolate e chocolate picado – tudo opcional. Gela até ficar com cara de sorvete.

sorvt8sorvt9

Pra deixar sua timeline mais gostosinha, curte a página do AMO no facebook:
https://www.facebook.com/amodeliciasveganas/