Bolo cremoso de chocolate com caramelo simplão de paçoca

Esse bolo é inspirado numas coisas da França, mas é todinho brazuca. Ele fica molinho por dentro, um espetáculo! Gosto de comer quente, mas pode comer frio também. Botei um caramelo facinho pra dar um charme e fazer companhia.

bolmol9
~ Sim, faz um tempão que não posto aqui. Estou sendo uma  péssima blogueira. Mas prometo que juro que vou melhorar. To voltando cheia de novidade, mas vamos ao que interessa: COMIDA. DOCE. CHOCOLATE. ~

> Ah, vai ter um monte de novidade por aí, curte AMO no facebook pra não perder nada e deixar sua timeline mais gostosinha: https://www.facebook.com/amodeliciasveganas

O que vai no bolo:

1 xícara de inhame picado
2 xícaras de água
1/2 xícara de óleo
1 xícara de açúcar
3 xícaras de farinha
1/2 xícara de cacau
2 colheres de vinagre branco ou de maçã
1 colher de sopa de baunilha
1 colher de sopa de fermento

Colega, já liga o forno e separa a assadeira porque o bagulho é rápido!
Bate água, inhame, óleo, açúcar, vinagre e baunilha. Reserva.
Mistura numa tigela, farinha, fermento e cacau. Aí, junta tudo. Mexe o bastante pra tirar as pelotas. Coloca na forma. Forno 180º, 40 minutos mais ou menos. Pra saber se ta bom, não adianta enfiar palito porque esse bolo é “o cremoso”, então, você aperta de leve o centro do bolo com o dedo. Se ficar um buraco, não tá bom, se voltar como uma esponja, tá prontinho. 😉

bolmol5bolmol6

Caramelo simplão

100g paçoca/gibi
100ml água
Opcional: algumas gotas de baunilha

bolmol7

Tem um detalhe: A paçoca pra fazer o caramelo é aquela mais firme, não desmancha fácil. Eu conhecia como gibi, mas tem lugar que chama de paçoca, mesmo.
Aí, pega uma panelinha, esmigalha a paçoca e coloca água, leva pro fogo médio, mexe até dissolver tudo. Vai ferver e formar bolhas largas. Aí, tá pronto.
Joga essa calda no bolo e se joga! \o/

bolmol8

Anúncios

Coisa rápida, coisa econômica, coisa delicinha: Pesto de couve com manjericão

Este pesto fica mais delicado do que o de rúcula, tem gostinho de couve, o limão entra na receita pra suavizar o sabor e, por conta do manjericão, o molho fica super perfumado. Como ele mistura pra servir, você pode colocar na massa ainda quente ou deixar ele guardadinho na geladeira e botar no que for comer. Põe na salada, passa no pão, em cima do hambúrguer, na batata frita,  tofu grelhado… Enfim, bota onde você quiser.
pesto3
2 xícaras de couve [foram 5 folhas grandes picadas]
1/2 limão [mas, se quiser, pode botar mais]
4 ramos de manjericão [usei uns ramos pequenos, é só pra dar um gostinho]
1/4 xícara de castanhas [misturei castanha de caju e do Pará]
1/4 xícara de azeite
1 dente de alho
um pouquinho de água pra ajudar a bater
Sal
pesto1pesto2
Pra começar, pica o alho e doura no azeite. Aí, bota no liquidificador tudo. Bate. É bom picar as folhas bem picadinhas pra bater mais fácil.
Você pode colocar um pouco de água pra ajudar a bater, o tanto de água depende da potência do seu liquidificador, costumo usar umas 2 colheres.
Aí, só acerta o sal e pode servir. Se quiser deixar mais charmoso, rala um pouco de castanha por cima e tá lindo!
pesto4pesto5pesto7

Trança recheada com requeijão caseiro e linguiça

Fui procurar umas receitas veganas de pão e achei essa AQUI, uma invenção “acidentalmente vegana” de Dona Edna. Só mudei um pouquinho o jeito de fazer. E, fica a dica da tia Talita, pro pão ficar com uma carinha mais apetitosa, coloca um fiozinho de azeite de dendê na massa.

tranca2

O recheio é linguiça vegana e requeijão de inhame, é só uma sugestão. Você pode usar essa massa pra fazer salgados variados -hamburgão, enroladinho, esfirra, sua criatividade é o limite!

 

Massa:
1,5 xícara água morna
1/2 xícara de óleo [misturei azeite de oliva, óleo de soja e um fio de azeite de dendê]
2 colheres de sopa de açúcar
1/2 colher de sopa de sal
1 sachê de fermento biológico – ou 2 tabletes de fermento fresco
1/2 quilo de farinha de trigo

Pra pincelar:
1 colher de melado de cana
1/2 colher de água

Coloca 2 colheres de açúcar e o fermento, mistura até ficar homogêneo. Aí, coloca 1/2 xícara de água morna e 1 xícara de farinha. Mistura até ficar com cara de cola e deixa lá descansando e cobertinho. Enquanto isso, prepara o espaço pra fazer a massa.

Mistura a farinha com o sal. Coloca a farinha na mesa, faz um furo no meio, coloca a mistura que estava cobertinha e os líquidos. Vai fazendo um redemoinho com os dedos na massa  – assim, você vai incorporando massa, líquidos e farinha aos poucos.

tranca7

Depois que misturar tudo, faz uma bolinha e deixa a massa coberta no forno desligado. Ah, a massa não fica firme como massa de pizza, a textura é bem delicada. Deixa lá por uns 30 minutos, até dobrar de tamanho.

tranca10tranca11

Abre sobre uma superfície enfarinhada, recheia e fecha. Pra fazer a trança, corta franjas na massa e cruza as franjas sobre o recheio, como na foto. Pra pincelar, usei melado de cana misturado com água e botei uma azeitona pra decorar. Forno +-180ºC, por cerca de 30 minutos. A receita rende dois pães como este da foto 🙂

A linguiça: só descongelei uma linguiça vegana e apertei com um garfo até ela desmanchar. Se você quiser, pode fazer com essa linguiça que já postei AQUI.

tranca12tranca3

Requeijão
2 xícaras de inhames cozidos
1 xícara de água morna
1 colher de sopa de polvilho azedo
1 colher de chá de vinagre branco ou caldo de limão
1/2 colher de chá de fermento biológico [aaah, esse detalhe é pra dar um gostinho queijoso]
2 colheres de sopa de óleo

Bate o pedacinho de fermento com água morna. Depois, acrescenta os demais ingredientes, menos o limão/vinagre. Leva ao fogo médio, mexe até fica uma consistência bacana. Coloca o vinagre e mexe.

tranca9

A explicação sobre o fermento biológico no requeijão aqui:  Como muitas pessoas já me perguntaram sobre formas de fazer queijos veganos saborosos e sem levedo, testei algumas coisas e usei um pouquinho de fermento biológico para dar gostinho neste queijo cremoso, o sabor ganha profundidade, dá um jeitinho ‘fedido’ de queijo.

tranca8tranca14

Hambúrguer de grão de bico com beterraba, chutney de maracujá e anéis de cebola

Adoro fazer hambúrguer com beterraba porque a cor fica linda e anéis de cebola deixam qualquer lanche especial. Agora, vamos falar sobre CHUTNEY, essa iguaria que tem um lugar especial no meu coração. Chutney é uma coisa que eu gosto de fazer quando compro coisa no fim da feira porque é hora de ter desconto e tudo tá meio amassado, sabe? Aí, já faço e deixo num potinho bem limpo. Dura super! Você pode comer de várias formas, na torradinha, substituindo o ketchup ou acompanhando alguma proteína – carne de soja, tofu grelhado, cogumelos… Gosto de deixar o chutney apimentado, mas, se você não curtir a picância, coloca menos pimenta, tá?

burgchut13
Hambúrguer de grão de bico e beterraba

1 beterraba
1 cebola
1 dente de alho
2 colheres de sopa de shoyu
1 colher de sopa de vinagre
1 colher de sopa de azeite
1/2 colher de sopa de açúcar
4 xícaras de grão de bico cozido
1/2 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de farinha de mandioca [aquela grossinha, sabe?]
Ervas – salsinha, alho poró, orégano…
pimenta
sal

Cozinha a beterraba, cozinha o grão de bico. Bate no liquidificador tudo, menos grão de bico e farinhas. Vai virar um creme. Com o liquidificador ligado, coloca o grão de bico aos poucos. Desliga o liquidificador, dá uma catucada na massa e vai batendo tudo aos poucos. Depois, passa essa mistura pra uma tigela e coloca as farinhas. Mexe com as mãos pras farinhas darem liga.

Unta as mãos e modela os hambúrgueres. Como sempre digo aqui, gosto de fazer uma bola com a massa e achatá-la na grelha untada. Aí, abafa, vira, abafa. Quando estiver firminho e dourado, tá pronto. Não gosto de deixar a massa muito firme, prefiro que fique mais cremoso dentro e crocante por fora. Se você preferir mais firme, coloca mais um pouco de farinha na mistura da tigela.

burgchut3

burgchut10

Chutney de maracujá

1/2 cebola
1/2 xícara de açúcar
1 pau de canela
1/2 colher de chá de pimenta vermelha – dedo de moça, calabresa, malagueta, escolhe a que você gostar mais ou faz uma misturinha
1 colher de chá de páprica
1/2 colher de chá de cominho
2 cravos
1/2 maracujá
1 xícara de água
1 colher de sopa de amido [polvilho doce ou amido de milho]
+ 1/4 de xícara de água
sal

burgchut5burgchut7

Refoga a cebola com o sal, até ficar transparente. Coloca açúcar, mexe, coloca temperos. Vai começar a derreter. Coloca 1 xícara de água e mexe atá ficar com cara de quentão. Bota a polpa do maracujá e o amido misturado com o restinho da água. Junta tudo no fogo, mistura. Deixa lá, fogo baixo até ficar cremoso. Pronto :*

 


Anéis de cebola

1 cebola
4 colheres de farinha de trigo
2 colheres de polvilho doce
2 colheres de fubá
1 pitada de bicarbonato ou fermento
1 pitada de sal
Água

Corta as cebolas em rodelas, separa os anéis, deixa eles na água enquanto você prepara a massinha.
Em um prato fundo: farinha, polvilho, fubá, bicarbonato/fermento e sal. Vai colocando água até ficar um consistência de cola branca.
Seca os anéis e passa um por um na massinha, frita e seja muito feliz. Joguei uma salsinha por cima pra deixar mais bonitinho.

Pra montar o lanche:

Abre o pão pita, chutney, hambúrguer, chutney, cebola, alface e tomate.

burgchut11

[Super rapidinho] Quibe de forno do que você quiser fazer + recheio cremoso

Eu gosto muito de fazer quibe de forno porque acho uma delícia só e é uma comida que rende suuuuper. Então, faço esse prato em semanas corridas, assim, sempre vou ter uma coisa pronta pra almoçar ou jantar. Ele dura uns 4 dias na geladeira ou mais de um mês congelado.
A receita pode ser feita com o que você tiver em casa, só precisa seguir as proporção das coisas. Pra fazer o quibe é só misturar um purê de legumes com o trigo. Por isso funciona com o que você gostar/ tiver – as fotos da receita são de um quibe de abobrinha e outro de abóbora. Coloquei como sugestão de recheio um creme batata e limão, mas já fiz com homus, patê de feijão branco, carne de soja… Sim, nada fica entre você e essa receita! haahahaha
***DICA BOA: Quando for hidratar o trigo, coloca 1 medida de triguilho e + – 1,25 de água, assim, não precisa apertar pra tirar o excesso de água depois.

quibetudo7
2 xícaras de trigo pra quibe/triguilho/bulgur
2,5 xícaras de água quente
3 xícaras de legumes cozidos ou assados [já fiz com inhame, batata, mandioquinha, cenoura, abobrinha, berinjela, pimentão, couve flor…]
1 cebola
1 dente de alho
1 limão [só o suco]
2 colheres de sopa de gergelim
1/2 maço de salsinha picada
Pimenta do reino
Cominho
2 colheres de sopa de azeite
Sal
[opcional] 2 colheres castanha, amendoim ou nozes…
[opcional 2] se tiver tahine, coloca 1 colher de sopa, eu raramente tenho =/

quibetudo1quibetudo5quibetudo6

Coloca o triguilho e a água em uma tigela e deixa lá hidratando. Enquanto isso, cozinha ou assa os legumes até ficarem bem macios. No liquidificador, coloca legumes, tempero e azeite/óleo, bate até virar um purê. Mistura esse creme com o trigo e os demais ingredientes até ficar homogêneo. Coloca numa forma, se quiser recheio: espalha metade da massa, espalha recheio e coloca a outra metade da massa em colheradas. Passa o garfo por cima pra ficar com cara de quibe. Gosto de colocar alguma coisa pra fazer um firula, pode ser páprica, gergelim…
Aí, só levar pra assar, forno médio por uns 30 minutos. Por fim, forno alto por 5 minutos ou até a parte de cima ficar dourada. Espera esfriar um pouco antes de servir, ele vai ficar mais firme. Pronto 🙂

quibetudo4

O recheio cremoso:
5 batatas médias
1 colher de sopa de polvilho azedo
1 colher de sopa de azeite
1 limão [só o suco tbm]

Cozinha as batatas e bate no liquidificador todos os ingredientes. Vai ficar azedinho e com uma textura super delicada, lembra um requeijão.

Outra sugestão de rechear ou acompanhar seu quibinho é uma pastinha de feijão branco com páprica que botei a receita AQUI

quibetudo9

Se quiser deixar sua timeline mais gostosinha, curta a página do AMO:
https://www.facebook.com/amodeliciasveganas/

 

Para tudo e foca aqui: Alfajor de café com doce de leite

Faz muito, mas muito tempo que não como alfajor. Aí, a gula me pegou de jeito e fui lá me aventurar a inventar um lance delicinha que parece bastante um alfajor. A massa é uma bolachinha um pouco mais alta, mais delicada do que um biscoito comum e bem mais crocante do que um bolo. Mas a base é bem parecida com essa receita de Beliscão AQUI.

alfa13
E o recheio é o maior hit deste modesto bloguinho, o famoso doce de leite de vegano – receita original AQUI. A diferença é que – por motivos de falta de dinheiro – fiz com amendoim que tem um sabor mais marcante. por isso botei sal e um pouco mais de essência. Mas, digo e afirmo, acho que castanha de caju ainda faz o melhor doce de leite.

alfa15

Vou mudar o jeito de postar as receitas, tá? Vou dividir por receita e colocar ingredientes + modo de fazer, tá? Se achar que ficou ruim, dá um grito.

Como qualquer desculpa é desculpa pra botar música, deixo uma música argentina:

Doce de leite de amendoim: 
1 xícara de amendoim
1 xícara de açúcar
1/2 xícara de água
2 colheres de chá de baunilha
1 pitada de sal

É bem sussa pra fazer: Deixa o amendoim de molho por um tempo, quanto mais tempo ficar, mais delicado vai ser o resultado do doce. Deixei 6 horas. Aí, escorre a água e bota o amendoim no liquidificador, coloca o sal. Depois, derrete o açúcar, coloca água e deixa formar um caramelo. Quanto mais escura a calda, mais escuro o tom do doce. Então, derrama a calda no amendoim e bate até formar um creme. Por fim, coloca a baunilha e bate mais um pouquinho. Pronto! Se quiser mais firme, pode substituir a água por leite de aveia ou levar o doce de volta ao fogo e mexer até encorpar mais.

 
A massa – bolachinha de café:
2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de amido de milho
1 colher de chá de fermento

1/2 xícara de café forte
1/2 xícara de óleo
1/2 xícara de açúcar

É aquela coisa que eu sempre digo, em uma tigela, mistura todos os líquidos com açúcar e mexe bem. Em outra tigela, mistura os demais ingredientes. Aí, junta tudo e amassa até formar uma bolota.

Modela a massa como você quiser. Eu abri e cortei com o fundo de um pote de requeisoy. Pra fazer alfajor, acho melhor deixar a bolachinha mais alta, ficou quase da espessura de um lápis. Se você quiser fazer só a bolachinha de café pra comer, pode deixar mais fina.
Forno médio/baixo até o fundo do biscoito dourar. Vai uns 25 minutos.

alfa4alfa5

 

Pra montar tudo:
!Não espalha o doce por uma bolacha toda e cobre com a outra!
Pega uma bolachinha, coloca doce de leite no centro dela e aperta com outra bolacha, assim, o recheio vai se cobrir as duas por igual e não vai ficar vazando [muito].

alfa9
Você pode finalizar seus alfajores de vários jeitos, salpicar chocolate em pó, espalhar açúcar, cobrir com chocolate derretido… Ou pode deixar eles peladinhos. O que dá um novo significado ao termo “manda nudes”!
alfa10
Como fiz:
Derreti 200g de chocolate [na verdade um pouco menos pq comi uns quadradinhos antes hahaha], apoiei o alfajor num garfo e pincelei chocolate. Depois, coloquei em cima de um saco de pão vazio e cortado. O papel do saco é tipo papel manteiga e não deixa as coisas grudarem. Se não tiver,  usa papel manteiga ou plástico filme. Aí, geladeira até firmar.
Pronto. Refestele-se! ❤

alfa11alfa12

alfa14

Pra acompanhar as receitas do blog, curte aqui:
https://www.facebook.com/amodeliciasveganas/

 

[Dogão] Tortinha de cachorro-quente com tudo que a gente gosta + cheddar rapidão + dicas sobre purê e salsicha

Imagine um Sábado, 3 pessoas, 3 salsichas e nada de pão. Eis que uma inspiração divina surge: por que não fazer uma tortinha de cachorro-quente?
Aí, a salsicha cortada rende mais. Massinha funciona como pão e é só botar em cima todas as coisas que a gente curte comer no cachorro-quente.

totasals11
O resultado final ficou assim: massa básica de torta, salsicha, molho, purê e cheddar.
Neste post, explico como fazer a massa e o cheddar. Ainda botei umas dicas de como descongelar salsicha vegana e como fazer um purê de batatas cremosinho e sem coisa de bicho.

totasals9

Ah, acho que é o título mais longo de uma receita na história deste blog, parece o nome daquele álbum da Fiona Apple, então, vamos ouviu nossa querida Fiona pra animar esse dogão!
Aliás, é a música que embalava o crush do colégio hahahahaha.

Massa da tortinha:
2 xícaras de farinha de trigo
1/4 xícara de polvilho doce
1 colher de sopa de fermento
1/2 colher de chá de sal
1 xícara de água
1/4 xícara de óleo
1 colher de sopa de vinagre branco

Massa da tortinha
Mistura os ingredientes secos e, então, coloca os líquidos. Mexe até ficar um creme denso. Coloca em forminhas de cupcake ou numa forma grande.
Cobre com salsicha picada e molho de tomate. Leva pro forno a uns 200ºc por cerca de 25 minutos.

 

Cheddar rapidão:
1 Cenoura
1/2 Cebola
1 dente de alho
1 colher de chá de páprica
1 colher de sopa de vinagre branco
1/4 xícara de óleo
1 colher de sopa de polvilho azedo
1/2 xícara de leite de aveia [ se quiser, pode usar outro leite ou água, mas aí, precisa colocar +1 colher de polvilho, tá?]
sal

Cozinha cenoura e a cebola. Aí, bate com todos os demais ingredientes.
Leva ao fogo e mexe até ficar cremoso. Guarda num potinho higienizado na geladeira e ele deve durar uns 4~5 dias.

totasals12

Dicas:
Como descongelar a salsicha vegana
As salsichas veganas tendem a ser um pouco mais moles do que as de bicho. Aí, pra que elas fiquem mais firmes, coloca as salsichas ainda congeladas em uma forma untada e coloca um fio de azeite. Leva ao forno médio/baixo até descongelar. Assim, vai se formar uma crostinha nas salsichas e elas ficarão mais firmes.

Como fazer purê de batatas cremosinho e sem lácteos
Coloca as batatas descascadas e cortadas em uma panela. Depois, sal e água até cobrir as batatas + 1 dedinho acima.
Cozinha com a panela meio tampada. Quando as batatas estiverem bem macias, escorre, mas guarda a água. Amasse as batatas.
Numa panela, coloca óleo, um tantinho de alho e louro. Doura. E depois, tira o alho e o louro. Coloca as batatas amassadas e vai acrescentando a água do cozimento até chegar no ponto que você quiser. Essa água tem amido e ajuda a deixar o purê mais cremoso. Aí, corrige o sal, pode botar um pouco de pimenta do reino branca e noz moscada. Tá pronto!

 

totasals10