Batata bolinha hasselback com maionese verde

Eu fico vendo várias coisas de comida na internet. Na verdade, comida, gatinhos, futebol e esquerdices. Mas, outro dia, vi no instagram (AQUI) umas batatinhas hasselback super charmosas. Aí, me deu vontade de fazer também. Fiz do meu jeito, botei maionese verde pra acompanhar. A maionese é com semente de girassol, que estava com um precinho camarada na Zona Cerealista, SP/SP.

bolinha7

Pra animar tudo, não é música, mas é o meu vídeo favorito de toda a internet:

Pra fazer a batata:
1 kg de batata bolinha
óleo (+_ 2 colheres de sopa)
páprica
sal
levedo de cerveja [opcional]

Fatie as batatas em tiras, sem cortar até o final. Pra ajudar, coloca a batata entre dois objetos pra limitarem a faca. Assim, você não arrisca cortar até o fundo.
Aí, coloca as batatas numa tigela e coloca óleo, páprica, sal e o levedo – ou o tempero que você quiser. Mistura até as batatas ficarem totalmente cobertas com o temperinho e o óleo.

Bota no forno, 210ºc, assadeira coberta. Deixa lá por uns 25 minutos, as batatas devem estar firmes, mas o garfo tem que entrar de boas. Depois, deixa no forno com a forma descoberta. Aumenta um pouco o forno, até 230º, deixa lá uns 10 minutos. A casca vai ficar enrugada e brilhante. Pronto!

bolinha6

Pra maionese
1 xícara de semente de girassol
3 colheres de sopa de óleo
1 colher de chá de mostarda
1 dente de alho sem o germe – amassa o dente e tira aquele negócio que fica no meio
1/2 xícara de salsinha/cebolinha
Suco de 1/2 limão
sal
Água, até dar ponto – usei 6 colheres de sopa

bolinha4

Deixa as sementes de molho na água quente por uns 30 minutos. Escorre e descarta essa água.
Bate todos os ingredientes e vai adicionando água aos poucos, até ficar cremoso. Aí, coloca sal até achar delicinha. Pronto!
Pode guardar em um pote fechado por uns 3~5 dias, na geladeira.

bolinha8bolinha5

Anúncios

[Rapidão e sedução] Doce de leite de coco

Um dos maiores sucessos deste amoroso bloguinho é o doce de leite de castanha de caju. Mas, a castanha ta custando uma fortuna, você pode escolher entre comprar 1kg de castanha de caju crua ou 1 fusca bacaninha de segunda mão (risos risos). Então, fiz uns testes e cheguei nessa receita aqui de doce de leite de coco. Eu recomendo fazer com leite de coco mais forte, um que a primeira coisa listada como ingrediente no rótulo seja leite de coco ou coco. Doce de leite gostoso precisa ter um tanto de gordura, ela espalha o sabor pela língua. Ah, deve funcionar também com leite de coco caseiro. Se alguém testar, me avisa.

>> Lembra de curtir AMO no fb pra deixar sua vida mais gostosinha. Clica AQUI, ó.

docecoco6

Ingredientes

1/2 xícara de açúcar [usei demerara]
1 xícara de leite de coco
1/2 colher de chá de polvilho doce [deve funcionar com amido de milho tbm]
1 pitada de sal
1 colher de chá de baunilha

docecoco1

Como faz:

Pra começar, pega um prato e deixa no congelador. Não, não é feitiçaria hahahahahaa
Mistura o leite, polvilho e sal. Deixa reservado. Aí, numa panela, derrete o açúcar.  Joga o leite de coco com as coisas. Mexe até derreter o caramelo. Quando passar a colher, tem que aparecer o fundo da panela.

Pra saber se ta no ponto, coloca uma gota de doce naquele prato que tava gelando no congelador. Vira o prato pra escorrer a gota. Tem que ficar como uma calda de caramelo espessa e transparente.
Aí, bota na geladeira. Quando esfriar, a cor muda e fica cremoso.

docecoco5

Se liga na textura, colega:

bloggif_58de9d26509ad.gif

É isso 😉

 

Rocambole molhadinho de goiabada

Faz um tempo que tenho tentado chegar numa receita de rocambole bacana. As massas tradicionais levam ovos pra ficarem macias e bem maleáveis. Pra veganizar essa iguaria, passei por várias tentativas frustradas, tinha vez que parecia que ia funcionar, mas aí rachava na hora de enrolar. Até que ***tchãnananã*** cheguei nessa receita aqui.

Se tudo der certo, em breve consigo chegar numa receita de bolo de rolo. Caso alguém de Recife queira me dar umas dicas, super aceito!

rocambole7

Pra cozinhar ouvindo Comadre Fulozinha ❤

Recheio de goiabada
1 xícara de goiabada
1 xícara de água

Pica a goiabada, coloca numa panela com água, tampa e deixa no fogo médio. Mexe de vez em quando. Vai derreter. Aí, mexe  mais até ficar um creme. Tira do fogo e deixa na geladeira até a hora de usar.

Massa
1 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de polvilho doce
1 colher de sopa de fermento
1/2 xícara de açúcar [usei demerara]
1 colher de chá de baunilha
1/4 xícara de óleo
1 xícara de água

2 colheres de suco de laranja ou leite de coco – só pra umedecer a massa.
Coco ralado pra decorar.

rocambole1rocambole2

Como eu sempre faço as massas aqui, em 2 tigelas:
Mistura fermento, polvilho e farinha numa tigela. Em outra, mistura açúcar, água, óleo e essência.  Aí, junta as coisas das duas tigelas em uma só. Vai ficar uma massa mais líquida do que massa de bolo tradicional e mais consistente do que massa de panqueca.

[Dissolvo o açúcar nos líquidos antes porque  assim não precisar mexer tanto a massa. Desse jeito, não desenvolve o glúten na farinha de trigo. O que vai resultar numa massa mais leve.]

rocambole3

Pega uma assadeira grande, unta a assadeira toda, mas só enfarinha a parte de baixo. Assim, a massa vai crescer por igual, vai ficar plana.

Forno 200ºc, deixa lá por uns 20 minutos. Até a massa ficar firme ao toque – aperta no meio da massa,  se estiver fofinha, tá pronta.

Tira, desenforma o bolo sobre um pano úmido. Deixa a parte macia pra cima.

rocambole4

Corta as bordas do bolo e um umedece com o líquido que você escolheu. Esse aí da foto foi molhado com leite de coco.

Espalha todo o creme de goiaba.

rocambole5

Com ajuda do pano, vai enrolando a massa. Enrola e aperta, mas não muito. Vai escorrer um pouco do recheio, é normal.

rocambole6

Aí, espalha o recheio que escorreu por cima do rocambole.
Joguei um pouco de coco ralado por pra dar crocância e deixar bonitinho. Pronto 🙂

-Se estiver a fim, curte a página do AMO: https://www.facebook.com/amodeliciasveganas/

rocambole8

[Creme tipo] Iogurte natural de aveia

Sei que ninguém tem muito tempo nem dinheiro sobrando, então, gosto de pensar receitas com ingredientes fáceis de encontrar e tento simplificar os processos. Foi pensando nisso que criei essa receita. Não precisa colocar probiótico nem nada. O limão dá o azedinho e a aveia dá uma cremosidade boa. Pra não ficar com gosto de mingau, é importante coar bem. Eu uso um lenço fino, daqueles baratinhos de loja de bijuteria.

iogurte7

A receita é básica, o resultado não fica idêntico ao iogurte tradicional, mas lembra bastante. O sabor é parecido com aquele iogurte natural, neutro, meio azedinho,  sabe? E ele pode ser usado do mesmo jeito. Se quiser, bate ele com frutas, geleia, coloca açúcar, melado de cana… Este post só traz a base para você usar como quiser.

> curte lá página do blog mais amor desse país:  https://www.facebook.com/amodeliciasveganas/

Iogurte natural de aveia
1 xícara de aveia
3 xícaras de água
1 colher de polvilho doce
Limão – caldo de 1 ou 1/2 limão [depende do quão azedo você quiser]
1/2 colher de chá de vinagre de maçã ou de arroz
1 colher de sopa de açúcar [se quiser mais docinho, coloca mais]
1 pitada de sal – beeem pouqinho

iogurte1iogurte2

Bate aveia com água, coa com um pano bem fininho, aperta pra sair bem a gosminha. Eu uso esse lenço que tá na foto. Leva o leite para uma panela, coloca açúcar, polvilho, sal. Mexe no fogo médio até engrossar. Coloca o limão e o vinagre. Desliga o fogo. Guarda em um pote fechado. Antes de usar, dá uma mexidinha.

iogurte6

[Pura preguiça] Hambúrguer de lentilha com homus de feijão branco+páprica

Esta receita surge no seguinte momento: final de semana, preguiça, uma inspiração no oriente e pão italiano.
A comida é bem rápida de fazer, só demora pra cozinhar os grão. Aliás, aqui em casa, a gente cozinha os grãos e congela. Assim, o processo de deixar de molho e cozimento acontece só uma vez. A gente congela o caldo separado dos grãos. Assim, fica mais fácil pra fazer hambúrguer, assados, chilli.

>>> Aaaaah, agora tem página no facebook:
https://www.facebook.com/amodeliciasveganas/
lentihom2

Como a receita é super simples, vou mudar a ordem das coisas no post para ficar tudo direto, tá?

Antes, uma pausa para Cher – porque descobri que essa juventude não conhece  a DEOSA

Hambúrguer de lentilha – sem glúten [Já postei AQUI]
1,5 xícara de lentilha
1/2 cebola picada
1/4 de maço de salsinha
1 dente de alho
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de shoyu
~3/4 xícara de farinha de mandioca crua [até dar ponto]
Sal
Pimenta do reino

Cozinha a lentilha, mas deixa ela firminha, não muito mole. Aí, pega metade dos grãos e os outros ingredientes [menos a farinha] e bate no liquidificador/processador ou amassa. Vai virar uma pasta. Junta o restante da lentilha e mistura com as mãos. Depois, coloca farinha de mandioca até dar o ponto de hambúrguer. Eu gosto de deixar a massa molinha. Faço uma bolota e achato na frigideira. Assim, acho que ele fica crocantinho por fora e suculento por dentro.

lentihom1

Homus de feijão branco e páprica
2 xícaras de feijão branco cozido
1/2 limão [suco]
1/4 de cebola
1 colher de chá de páprica -doce, picante ou defumada, escolhe aí
Sal e azeite – o quanto você quiser

Bate tudo no liquidificador e vai colocando azeite aos poucos. Dependendo da consistência do feijão, você pode precisar colocar um pouco de água.

Pra das sustância ao lanche:
+abobrinha grelhada: só cortei em fatias e grelhei com sal e pimenta.
+ cebola refogada: cortei em tiras e refoguei com sal pra não queimar

lentihom4lentihom3

 

Macarrão com tomates assados [facinho e gostosão pra acalentar] + bônus de queijo ralado

A receita é beeeem sussa, é só assar tomates variados com ervas e misturar na massa ainda quente.
Em tempos difíceis, gosto de fazer comidas gostosinhas e rápidas pra dar um conforto.
Quando a gente cozinha, especialmente uma comida sem crueldade, é a chance de se conectar com nosso meio, promover transformação e criar.
Nessa hora, podemos pensar nas escolha que fazemos diariamente e também nas nossas relações com o contexto que vivemos.
Sim, sou dessas, quase uma vendedora de miçanga na praia hahahahaha

mactom4
300g de macarrão
+- 500g de tomates variados
4 tomates italianos maduros
1 tomate italiano verde
100g de tomate sweet grape

Pra temperar [só sugestão, usa o que tiver em casa]:
2 dentes de alho
orégano
alecrim
erva-doce
páprica picante
azeite
ervas frescas [salsinha, manjericão…]

Corta os tomates e amassa os dentes de alho. Aí, junta tomate, alho e temperos – só não coloca as ervas frescas.
Forno médio, por uns 25 minutos.
>Coloquei os tomates pequenos em uma forma separada porque eles assam mais rápido. Só juntei tudo depois.

mactom1

A ideia é deixar os pedaços de tomate meio secos e inteiros, então, não é bacana ficar mexendo. Bota no forno e esquece.
Enquanto isso, cozinha o macarrão. O ideal é misturar o macarrão ainda quente aos tomates.
Depois, coloca as ervas frescas e pode também colocar um queijinho vegetal.

mactom2

>Bônus: Queijinho ralado de amendoim<
1/2 xícara de farinha de amendoim ou resíduo de leite* de amendoim ou qualquer outra castanha/noz
1 colher de sopa de levedo
1 lasca de alho ou 1 pitada de alho em pó ou 1 colher de café de tempero pronto com alho
Cúrcuma – só um pouquinho pra dar cor
Pimenta do reino branca [opcional]
sal

Bate tudo no liquidificador e pronto
*Se for usar resíduo, seca antes – é só colocar o resíduo no forno baixo e deixar lá até ele ficar meio crocante.

mactom3

Carpaccio simplão de berinjela com bacanudo molho de cebola

É leve
É rápido
É prático
É bem delicinha
E é light – porque é aniversário da Jaque, minha musa fitness vegana!
A ideia é desidratar as fatias de berinjela no forno e hidratá-las com um molhinho saboroso.
O gosto e a textura ficam bem delicados, então, pode servir com canapés, bolachinhas ou acompanhando arroz e um prato principal.

****Antes da receita:
A gente sabe que veganismo não é só alimentação. Então, quem puder ajudar o pessoa da Associação Natureza em Forma, é só clicar na imagem. Não pode adotar? Ajuda divulgando!
suzi

Agora, bóra se jogar na receita que é, ó, a coisa mais fácil que fiz nos últimos tempos!

carpaccio5

2 berinjelas
1 fio de azeite + 50 ml de azeite [se quiser fazer mais light, diminui o azeite]
50 ml de vinagre branco
1/2 cebola
1/2 colher de chá de mostarda
1 colher de chá de orégano
50 ml de água fervente
sal

Corta as berinjelas em fatias bem finas – lembra que elas vão desidratar no forno e ficar mais finas ainda. Aí, leva pro forno médio, numa assadeira untada e com um fio de óleo.
Deixa uns 20 minutos, vira, mais 10 minutos.
As fatias vou estar douradas e levemente crocantes.

carpaccio4

 

Enquanto assa, vai cuidar do molhinho:
Pica cebola, coloca numa tigela com a água quente. Coloca os outros ingredientes. Aí, tira a beringela do forno e coloca nesse molhinho – se o molho não cobrir todas as fatias, coloca um pouco mais de água. Deixa na geladeira até a hora de comer.
As fatias absorvem o caldo e ficam com uma textura firme e suculenta 🙂

carpaccio7