Vem que tem especial de Páscoa!

Você pode viver a Páscoa de diversas formas… Pode refletir sobre passagens, ir pra missa rezar, aproveitar o feriado pra botar as séries em dia, se entupir de chocolate, fazer tudo isso ou não fazer coisa alguma. Mas uma comidinha especial sempre faz bem pro buchinho e pro coração.

Selecionei umas receitas do blog que são sucesso pro almoço de páscoa ser mais especial. 🙂

Começando pela sobremesa pq a vida é curta!

Páscoa: Ovo de pão de mel [Bônus: cake pop]

pascoa_ovochoc


Ambrosia vegana de 10 minutos!

pascoa_ambrosia

**A agora é hora dos salgados**

Arroz cremoso com limão e postas de ~peixe~ sem peixe

pascoa_Feijao


Bambulhoada

pascoa_bambu


Moqueca de palmito pupunha com ~camarão~ de feijão branco +bônus: caldo de legumes e farofa de banana

pascoa_moqueca


Moranga lindíssima recheada com palmito ❤

pascoa_moranga


Cuscuz paulista cheio de carinho ❤

pacoa_cuscuz

 

É isso, amém pra quem é de amém, axé pra quem é de axé, beijo pra quem é de beijo ❤

Anúncios

Casoncelli verdinho com recheio de ricota vegana

 

Vou fazer alguns posts sobre massa. Pra começar, esse casoncelli com massa verde. Tentei usar ingredientes fáceis de encontrar. E essa massa só leva água (no caso, suco de couve, mas pode usar outro vegetal se quiser) e farinha. Então, para dar um ponto bacana, precisa mexer bem, ativar o glúten da farinha, tá?

* Pra deixar sua timeline mais charmosa, curte o AMO no facebook ❤ *

Ricota – pro recheio:
1 xícara de bagaço de leite de amendoim
2 colheres de sopa de água
4 colheres de sopa de azeite/óleo
1/2 dente de alho
1/2 cebola pequena
1 limão (caldo)
1 colher de sopa de polvilho azedo
1/2 colher de chá de fermento pra pão – aquele de sachê, sabe? Isso vai substituir o levedo
sal

Bate cebola, alho, água, fermento e azeite/óleo. Aí mistura com o polvilho e o bagaço de amendoim. Leva isso pro fogo e mexe. Quando formar uma bola, desliga o fogo e coloca o limão. Deixa na geladeira e usa como quiser. Pra fazer o receio, eu acrescentei umas ervas – orégano, manjericão….

cason16
Foto ruim, mas não consegui tirar outra melhor hahahahah

 

Ingredientes da massa:
2 xícaras de farinha de trigo (+ um pouco até dar ponto, cerca de 1/2 xícara)
1 xícara de suco de couve (1x de água + 3 colheres de couve, bati e coei)

Coloca a farinha numa superfície plana e limpa. Faz um buraco no meio e coloca o suco. Com movimentos circulares, vai misturando aos poucos o líquido com a farinha. Mexe até virar uma gosma grudenta. Trabalha esse gosma. E vai colocando farinha. Mexe bem, até ficar mais firme do que massa de modelar e desgrudar da mão.

cason4

Modelando os casoncelli:
Abre a massa sobre uma superfície enfarinhada. Se não tiver um rolo de macarrão, pode usar uma garrafa vazia. Corta a massa em tiras largas. Coloca porções de recheio no meio da tira. Dobra a tira ao meio. Pressiona ao redor do recheio, tenta tirar o máximo de ar possível. Aí, corta a massa em formato de meia lua – eu usei uma forminha de cupcake, mas pode usar copo, carretilha… o que você quiser. Dobra o lado arredondado da meia lua. Vai ficar parecendo um travesseiro. Aí, aperta o centro da massa – em cima do recheio. Deve ficar parecendo um barquinho.

Aqui explica certinho:

cason12

cason18

Depois, coloca a massa na água fervente. Quando subir e começar a dançar, tá pronto. Bota no molho quente e se divirta!

cason13cason14

-Pra guardar na geladeira: deixa a massa em um lugar seco por cerca de 1 hora – virando na metade do tempo. Assim, ela vai secar e aguentar uns 3 dias na geladeira.
-Pra congelar: depois e cozinhar a massa, escorre bem, bota num potinho e congela.

Qualquer dúvida, por perguntas 😉

Macarrão com tomates assados [facinho e gostosão pra acalentar] + bônus de queijo ralado

A receita é beeeem sussa, é só assar tomates variados com ervas e misturar na massa ainda quente.
Em tempos difíceis, gosto de fazer comidas gostosinhas e rápidas pra dar um conforto.
Quando a gente cozinha, especialmente uma comida sem crueldade, é a chance de se conectar com nosso meio, promover transformação e criar.
Nessa hora, podemos pensar nas escolha que fazemos diariamente e também nas nossas relações com o contexto que vivemos.
Sim, sou dessas, quase uma vendedora de miçanga na praia hahahahaha

mactom4
300g de macarrão
+- 500g de tomates variados
4 tomates italianos maduros
1 tomate italiano verde
100g de tomate sweet grape

Pra temperar [só sugestão, usa o que tiver em casa]:
2 dentes de alho
orégano
alecrim
erva-doce
páprica picante
azeite
ervas frescas [salsinha, manjericão…]

Corta os tomates e amassa os dentes de alho. Aí, junta tomate, alho e temperos – só não coloca as ervas frescas.
Forno médio, por uns 25 minutos.
>Coloquei os tomates pequenos em uma forma separada porque eles assam mais rápido. Só juntei tudo depois.

mactom1

A ideia é deixar os pedaços de tomate meio secos e inteiros, então, não é bacana ficar mexendo. Bota no forno e esquece.
Enquanto isso, cozinha o macarrão. O ideal é misturar o macarrão ainda quente aos tomates.
Depois, coloca as ervas frescas e pode também colocar um queijinho vegetal.

mactom2

>Bônus: Queijinho ralado de amendoim<
1/2 xícara de farinha de amendoim ou resíduo de leite* de amendoim ou qualquer outra castanha/noz
1 colher de sopa de levedo
1 lasca de alho ou 1 pitada de alho em pó ou 1 colher de café de tempero pronto com alho
Cúrcuma – só um pouquinho pra dar cor
Pimenta do reino branca [opcional]
sal

Bate tudo no liquidificador e pronto
*Se for usar resíduo, seca antes – é só colocar o resíduo no forno baixo e deixar lá até ele ficar meio crocante.

mactom3

Molho divo de tomate e seus colegas da feira

Esse molho eu comecei a fazer em casa num dia que tava faltando tomate e precisava fazer o molho “render”. Aí, pá, comi e ficou uma coisa incrível, a cor é sensacional, ele é todo lindo! Sim, acho que me apaixonei por um molho. ❤

Dica da Tata: Compra um monte de tomate no fim da feira, aqueles da promoção, sabe?  Aí, faz um monte de molho e deixa congelado. Nunca mais você vai precisar comprar molho pronto! \o/ \o/ \o/

divo8
1 cenoura pequena
1 beterraba média
1/2 cebola
1 dente de alho
8~10 tomates
2 colheres de sopa de óleo
1 colher de sopa de água
Azeite – só pra finalizar, é opcional
Ervas – usei orégano, manjerição e louro
Sal
Pimenta do Reino

Bate no liquidificador: cenoura picada, beterraba picada, cebola, alho, óleo e água. Vai virar um purê. Leva pra panela com uma pitada de sal e uma folha de louro. Mexe até ficar uma pasta encorpada – o sal vai fazer as coisas soltarem água e essa refogada boa vai caramelizar o açúcar dos legumes.

 

Enquanto isso, bate os tomates no liquidificador. Depois, coloca esse “suco” na panela com o refogado. Mexe e deixá lá reduzindo. Quanto mais reduzir, mais gostoso vai ficar. Aí, quando achar que tá bom, apaga o fogo, coloca as ervas e, se quiser/puder, finaliza com azeite. Pronto!


Dica da Tata 2:
Pode colocar ele no macarrão ainda quente ou…
-Colocar o molho quente num vidro fervido. Guarda na geladeira [não na porta] por mais de 1 semana, sem abrir o vidro.
-Coloca em potinhos e congela. Aí, dura alguns meses.

divo10divo9

Moqueca de palmito pupunha com ~camarão~ de feijão branco +bônus: caldo de legumes e farofa de banana

Eu queria fazer uma moqueca com um lance diferente. Aí, comecei a pensar em um jeito de substituir camarão e ~ta-dá~: camarão de feijão branco!

FAQ do camarão:
É um negócio que engana? Não, dá pra saber que não é camarão.
Fica parecido com camarão? Lembra de longe, a textura fica interessante e com sabor de mar.
Fica gostoso? Super!

Ah, a moqueca é inspirada numa que minha mãe costumava fazer, então, é toda coração ❤

moq8

O camarãozinho:
1/2 xícara de Feijão branco cru – [deixado de molho pelo tempo que você puder, o ideal são 6h, no mínimo]
1 colher de café de bicarbonato
1 colher de chá de alga hijiki [opcional pq é mais difícil de achar]
1/4 folha de alga nori
1/2 limão
sal
pimenta
-se quiser cor: coloca um pouco de beterraba em pó, cúrcuma ou colorau

Moqueca
1 pimentão vermelho
1 cebola
2 tomates
1 vidro de palmito pupunha
1/4 folha de nori
1/2 colher de chá de hijiki [opcional – se for usar, hidrata antes numa xicrinha com água]
1/2 limão [só o caldo]
1 vidro de leite de coco
1 xícara de caldo de legumes – receita abaixo
Coentro
Salsinha
Azeite de dendê

Camarão feijão
Escorre o feijão, coloca ele pra cozinhar na panela comum – não de pressão. Coloca água até cobrir tudo e o bicarbonato. A ideia é ter o feijão cozido, porém firme. Deixa uns 20 minutos e adiciona os outros ingredientes. Fica de olho pra tudo ficar cozido, firme e sem queimar, se precisar coloca mais água. Depois que tiver numa consistência boa, desliga o fogo, escorre a água e refoga os feijões. Se quiser, coloca mais limão.

moq1

moq10

Moqueca
Refoga a cebola no dendê, aí, coloca uma camada de pimentão, palmito e tomate. Bota o caldo de legumes, sal e pimenta.

Cobre e deixa lá, fogo médio/baixo até tudo ficar macio. Quando as coisas estiverem cozidas, coloca as algas, o leite de coco e o suco de limão. Deixa ferver. Aí, entram as ervas frescas [salsinha e coentro], desliga o fogo e finaliza com os camarões de feijão.

moq5

 

Bônus 1:
Caldo de legumes
Talos de vegetais variados – uso bastante o da salsinha
cenoura
cebola
água o bastante
sal
-É só cozinhar tudo, bater e coar. Guarda na geladeira ou congela na forminha de gelo

Bônus 2:
Farofa de banana
2 bananas
1/2 cebola
farinha de mandioca
-Refoga banana com cebola e sal. Depois, farinha até ficar delícia.

 
-Decorei com flor de coentro, mas foi só pelo charme.

moq7moq6

 

 

Não-frango não-frito com molho de laranja

Eu moro na Liberdade, em SP/SP, em tudo quanto é restaurante chinês tem esse frango com molho de laranja. E, outro dia, o talentosíssimo Ruan preparou uma Soja à General Tso pro cardápio do Mr. Carrot, foi o empurrão que faltava pra eu embarcar nessa aventura chinesa!

ptslaranja8

Aí, resolvi fazer esse prato, é mais um pra aquela seleção de pratos: ~sempre vi, nunca comi~. Me inspirei nessa receita AQUI [em inglês]. Só que não fiz frito. Passei a pts na massinha e assei, ficou como se fosse fritura, só que mais leve.

Aliás, quem morar no RJ/RJ e quiser conhecer mais do Mr. Carrot, clica AQUI – [sim, faço propaganda de graça pra quem é ❤ haha]

Mas, então, é hora de dar o play no Bowie e bóra ser feliz!

Não-frango:
1,5 xícara de pts/pvt/carne de soja [medi antes de hidratar]
-pra marinada:
1 colher de sopa de vinagre
1 colher de sopa de missô [opcional]
2 colheres de sopa de óleo
páprica
cúrcuma/açafrão da terra
raspas de gengibre
sal
– pra massinha:
1/2 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de água
1/4 xícara de óleo
sal

Molho:
1 xícara de suco de laranja
1 xícara de água
1 colher de sopa de missô [opcional]
1 colher de sopa de polvilho doce ou amido de milho
1 dente de alho
1 colher de sopa de óleo
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de shoyu [vai substituir o sal]
pimenta
gergelim
gengibre ralado
Cebolinha [pra finalizar e deixar tudo lindo]

ptslaranja

O Não frango:
Hidrata a pts/pvt na água quente, coloca um pouco de vinagre ou limão. Depois, aperta e lava até a água sair limpinha.
Numa tigela mistura os ingredientes da marinada – vai formar uma pasta, coloca a pts/pvt nessa mistura, aperta.

ptslaranja1

Pra fazer a massa, é só misturar tudo numa tigela até formar um creme. Aí, coloca a pts, mexe até o creme cobrir todos os pedaços.
Leva ao forno numa forma untada. Fogo alto. Até dourar.

ptslaranja2

O Molho:
Mistura água, missô e polvilho – isso é pra não empelotar o molho depois. Reserva. Na panela, doura o alho. Aí, coloca todos os ingredientes – menos gergelim e cebolinha, fogo baixo, mexe até ficar cremoso.

 

ptslaranja5
Por fim, tira a carne de soja do forno, separa os pedaços. Coloca no molho. Mexe com jeitinho. Deixa ferver. Apaga o fogo e põe cebolinha e gergelim. Come com arroz que fica lindeza!
😉

 

ptslaranja6ptslaranja7

Medalhão de berinjela com crosta de ervas, purê de mandioquinha e saladinha ~mediterrânea~

Os medalhões são super simples de fazer e o visual fica puro charme. As ervas podem ser as que estiverem morando na sua cozinha. Aqui em casa tinha essas que botei aí, mas pode colocar qualquer combinação.

meda8
A saladinha é feita com aquele trigo pra kibe – que é usado pra fazer tabule também, sabe? Aí, peguei e botei umas coisas que ornam com a berinjela assada – pra ficar tudo redondinho. E o purê entra pra dar um toque de ~queijo~ e deixar a vida mais cremosinha 🙂

Pra cozinhar ouvindo:

Medalhões
2 berinjelas
1/2 xícara de xerém – usei de amendoim, mas pode ser qualquer castanha/noz…
1/2 cebola
1/2 talo de alho poró
2 colheres de sopa de água
2 colheres de sopa de vinagre
2 colheres de sopa de óleo
+Ervas variadas, eu usei:
1 colher de sopa de orégano
1 colher de sopa de sementes de erva-doce
1/2 colher de chá de tomilho
1/2 colher de chá de alecrim
1/2 colher de chá de páprica
1 pitada de pimenta
1 colher de chá de sal

Purê
1 xícara de mandioquinha/batata baroa/batata salsa
1 colher de sopa de óleo
1 colher de sopa de polvilho
1/2 limão [suco]
1/2 xícara da água do cozimento da mandioquinha
sal

Saladinha ~mediterrânea~
1 xícara de trigo pra kibe – triguilho – bulgur
1,2~1,5 xícara de água
1 pimentão
2 tomates
1/2 cebola
6 azeitonas
orégano
salsinha
azeite
sal
+folhas

 

Medalhão
Corta as berinjelas em rodelas de uns 4 centímetros. Coloca numa assadeira untada. Cobre e leva pro forno médio por uns 20 minutos – ou até ficar macio. A ideia é dar um desidratada na berinjela pra ela absorver o tempero da crosta.

Aí, bate no liquidificador os temperos, água, vinagre e óleo. Vai virar uma pastinha. Passa a pastinha em cima das rodelas de berinjela, deixa uma camada grossinha, coloca o xerém e dá uma apertadinha pra grudar. Vira. passa pastinha e coloca o xerém. Volta tudo pro forno médio-baixo. 15 minutos de cada lado ou até ficar douradinho.

Editado: Se quiser, pode dar uma reforçadinha no tempero e voltar pro forno mais 5 minutos de cada lado. Fiz isso nas outras vezes que fiz e ficou bem bom.

meda3

 

 

Purê
Cozinha a mandioquinha. Bate no liquidificador com todos os outros ingredientes até ficar homogêneo. Aí, leva ao fogo e mexe até ficar cremoso.

Salada
Esquenta a água e despeja sobre o triguilho. Aí, cobre e deixa hidratando.
Coloca o pimentão sobre a boca do fogão e vai virando até ficar preto. Coloca o pimentão queimadão na água fria. Raspa a casquinha preta. Pica o pimentão. Pica a cebola também. Refoga a cebola com um pouco de sal. Coloca o pimentão. Refoga mais. Bota ervas, azeitona e um pouco de sal, mistura. Coloca o trigo, acerta o sal e pronto!

meda7meda10