Leite vegetal perfeitinho [E umas dicas bacanas]

 

Aham, vou fazer a piadinha fofa e infame.
leite8

Sexta é dia de post com música, se bem que eu ando meio sem tempo e só tenho postado de sexta, né? Mil perdões. Mas, ó, to acertando a ampliação do blog pra outras redes e  semana que vem vai ser mais bacana. Prometo que juro!

Enfim, como ontem o maior tricolor do mundo teve uma vitória esplendorosa no Morumbi, o post começa com White Stripes cantando sua versão de “Sou, sou tricolor”:

Vamos falar de comida que é a razão de a gente entrar neste saite.

No passado, tinha conseguido um leite bacana e que faz espuma cremosa, mas levava goma xantana e amêndoas – o resultado saía caro. Aí, combinando ingredientes e pensando em como é constituído o leite da nossa miga vaca, fiz uns testes. Acho que consegui chegar a um leite vegetal que ficasse bem bom no cappuccino e feito com ingredientes mais acessíveis.
Fiz com amendoim, mas, as dicas podem ser aplicadas a outros leites vegetais caseiros.

leite12
2,5~3 xícaras de xerém de amendoim torrado [xerém é + barato do que amendoim em grão. Mas, super rola fazer com o amendoim inteiro torrado, não cru.]
1 litro de água
2 colheres de sopa de aveia em flocos [é o espessante do leite]
1 colher de sopa de açúcar [pode botar mais se quiser]
1 pitada de sal [é importante pra conservação e contribui com sabor]
Algumas gotas de baunilha [pq leite de gente e de vaca têm uma substância semelhante à baunilha – por isso a gente gosta tanto desse sabor]

Como faz?

Esquenta a água, coloca o amendoim, deixa de molho por uns 20~30 minutos, o amendoim vai ficar inchado e molinho. Aí, bate tudo com a aveia.

leite1leite2leite3leite4

Aí, coa. É importante coar bem – eu sempre uso esse lenço que comprei numa loja de bijuterias. É mais barato do que saco de voal e filtra MUIIITO melhor que peneira.
-Observe que: Quando a gente trabalha com aveia, se não coar direitinho, as coisas ficam com gosto de mingau. Daí, é importante usar um tecido fininho pra reter o bagaço.

Aí, mistura açúcar, sal e leva pro fogo médio. Mexe até ferver – isso vai aquecer a aveia e dar uma encorpada no leite. É rapidinho.

Por fim, só bota a baunilha e deixa esfriar. Pra conservar beeeem, coloca num vidro fervido e não deixa na porta nem em uma prateleira baixa da geladeira.

O leite funciona bem pra tomar com café, chocolate em pó, canela ou o que você quiser. Também usei em receitas de bolos e pra acompanhar cereal matinal. Pra fazer cappuccino, é só bater ele gelado com aquele lance de fazer espuma, sabe?

Como só tirei foto dele com café, só vai ter foto disso hahaha Amo café ❤

leite11leite9

Anúncios

Macarrão com tomates assados [facinho e gostosão pra acalentar] + bônus de queijo ralado

A receita é beeeem sussa, é só assar tomates variados com ervas e misturar na massa ainda quente.
Em tempos difíceis, gosto de fazer comidas gostosinhas e rápidas pra dar um conforto.
Quando a gente cozinha, especialmente uma comida sem crueldade, é a chance de se conectar com nosso meio, promover transformação e criar.
Nessa hora, podemos pensar nas escolha que fazemos diariamente e também nas nossas relações com o contexto que vivemos.
Sim, sou dessas, quase uma vendedora de miçanga na praia hahahahaha

mactom4
300g de macarrão
+- 500g de tomates variados
4 tomates italianos maduros
1 tomate italiano verde
100g de tomate sweet grape

Pra temperar [só sugestão, usa o que tiver em casa]:
2 dentes de alho
orégano
alecrim
erva-doce
páprica picante
azeite
ervas frescas [salsinha, manjericão…]

Corta os tomates e amassa os dentes de alho. Aí, junta tomate, alho e temperos – só não coloca as ervas frescas.
Forno médio, por uns 25 minutos.
>Coloquei os tomates pequenos em uma forma separada porque eles assam mais rápido. Só juntei tudo depois.

mactom1

A ideia é deixar os pedaços de tomate meio secos e inteiros, então, não é bacana ficar mexendo. Bota no forno e esquece.
Enquanto isso, cozinha o macarrão. O ideal é misturar o macarrão ainda quente aos tomates.
Depois, coloca as ervas frescas e pode também colocar um queijinho vegetal.

mactom2

>Bônus: Queijinho ralado de amendoim<
1/2 xícara de farinha de amendoim ou resíduo de leite* de amendoim ou qualquer outra castanha/noz
1 colher de sopa de levedo
1 lasca de alho ou 1 pitada de alho em pó ou 1 colher de café de tempero pronto com alho
Cúrcuma – só um pouquinho pra dar cor
Pimenta do reino branca [opcional]
sal

Bate tudo no liquidificador e pronto
*Se for usar resíduo, seca antes – é só colocar o resíduo no forno baixo e deixar lá até ele ficar meio crocante.

mactom3

Cuscuz paulista cheio de carinho <3

Momento de superação: Eu passei as últimas semanas emendando uma zica na outra – peguei uma tosse bizarra, aí, caí e fiquei com o joelho ferrado e, pra terminar, foi a vez do meu estômago ficar zuado. Até a pimenteira da hortinha secou.
Mas, como sou durona, sobrevivi pra contar a história! hahahahaa

cuscuz5

~Antes, da receita, um pouco de história~
O Cuscuz paulista nasce das marmitas dos bandeirantes, essa galera do mal levava uma carne com caldo, legumes e farinha pras viagens. Aí, o no chacoalho da missão, a marmita se revirava, esfriava e virara um cuscuz. Então, você pode fazer um cuscuz com qualquer ‘recheio’, a base é legumes, caldo e farinha de milho.

cuscuz7

A receita é só uma sugestão de preparo e é a receita de mamãe – ela fez porque eu tava doente e precisava de carinho ❤ ❤ ❤

1 cebola pequena picada
1 dente de alho
1/2 pimentão pequeno picado
1 cenoura média ralada
1 xícara de brócolis picado
2 tomates picados
1 xícara de proteína [pode ser pts/pvt, nata de soja, cogumelo]
3 colheres de sopa de tofu [opcional, pra dar textura de clara de ovo cozida]
Milho/Ervilha – O quanto você quiser
1 sachê de polpa de tomate
1 xícara de água

1 xícara de flocos de milho
1/2 xícara de farinha de mandioca
Temperos:
Salsinha
Páprica doce
Sal
Pimenta

Pra fazer é bem sussa:
Refoga a cebola e o alho, aí, coloca e refoga as coisas na ordem das mais firmes para as mais macias. Então, a sequência foi: brócolis, proteína, milho/ervilha, pimentão, cenoura, tomate – menos o tofu. Aí, entram o extrato de tomate e a água e os temperos – menos a salsinha. Deixa tudo ferver. Aí, coloca as farinhas aos poucos e mexe com jeitinho pra não desmanchar os legumes – se empelotar, coloca mais água. Quando começar a formar uma bolota mais firme mais firme do que um mingau, desliga o fogo, coloca o tofu e a salsinha.

cuscuz4
Pra fazer bonito, bota numa forma untada e decorada. Deixa na geladeira até endurecer e seja feliz 🙂
Ah, pra decorar, minha mãe colocou um pouco de abobrinha refogada – porque ela acha que todo prato precisa ter verde ❤

cuscuz8cuscuz6