Bolinho de cenoura com brigadeiro [sem soja]

O inhame tava barato, então, vai ter um monte de receita com inhame no blog! Conto com vossa compreensão. 😉
Faz um tempo que to tentando fazer um brigadeiro que fique bacana, barato e sem usar condensado de soja. Aí, ontem, olhando pras compras da feira, me veio a ideia: Brigadeiro de Inhame!
Como alegria adora companhia e a cenoura tava barata também, o bolo de cenoura vem no bonde!

Cozinhei ouvindo e balangando ao som de:


Bolo de cenoura

2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento [ou 1/2 colher de cremor de tártaro e 1/4 de colher de bicarbonato]
3/4 xícara de água
3/4 xícara de açúcar
1 cenoura grande
1/4 xícara de óleo

Pra enfarinhar a forma:
cacau + farinha, em partes iguais

 

Brigadeiro
2 xícaras de inhame cozido [usei 5 inhames pequenos]
1 xícara de açúcar [usei cristal dessa vez pq não tinha demerara]
100g de chocolate em barra picado [usei Melken]
1 colher de chá de baunilha
2 colheres de sopa de leite vegetal [usei coco]
1 colher de cacau ou chocolate em pó
-Confeitos, granulado, resíduo de leite vegetal, cacau, chocolate ralado… pra enrolar o brigadeiro.

brigbolo13

O bolo
Liga o forno na temperatura mais alta, deixa aquecendo.

Na tigela: Farinha e fermento. Mistura.
Bate no liquidificador: água, açúcar, cenoura, óleo. Bate até ficar uma pasta, mas não vai ficar uniforme.
Junta a galera do liquidificador e da tigela. Mistura, mas não muito porque a gente não quer ativar o glúten.
Se quiser bolinhos, leva pro forno em forminhas. Se quiser bolão, leva pro forno em formona.
Eu untei com óleo e enfarinhei com uma mistura de cacau e farinha 50/50. Pro bolinho desenformado ficar com um toque de cacau em volta.
Forno médio-baixo. Uns 20~25 minutos.

 

 

Brigadeiro
Coloca o inhame ainda quente no liquidificador – isso é importante pra derreter o chocolate. Aí, coloca todos os ingredientes, menos a baunilha. Bate bastante. Vai parecer que tá bom, aí, bate mais um pouco porque ficam uns grânulos do inhame. Aí, se quiser parar, você tem um “danete”. Se levar pra panela, vai virar brigadeiro.
A gente quer brigadeiro, então, é fogo!


Coloca o creme numa panela, leva pro fogo. Aí, deixa o fogo alto até ferver, depois, abaixa. Mexe até formar um vão no creme ao passar a colher no fundo da panela. O vão deve demorar 1-2 segundos pra fechar. É tipo aquela cena do Mar Morto da novela da Record, sabe? A consistência é essa:

gif.gif
Coloca a baunilha e pronto. Aí, leva pra geladeira num potinho untado.
Depois que esfriar, o gosto do chocolate vai ficar mais acentuado e a textura fica linda.
Enrola nos confeitos e tá tudo *__*

brigbolo12brigbolo11

 

Como montar os bolinhos:
Faz o brigadeiro – deixa esfriar.
Faz o bolo. Com a massa ainda quente, coloca um pedacinho de chocolate em cada bolinho. Ele vai derreter.
Enrola os brigadeiros, passa no confeito. Aperta em cima do bolinho.
Aí, coloca um pedaço de chocolate sobre cada bolinho. Ficou brilhoso assim porque minha mão tava suja de brigadeiro. =p

brigbolo10

brigbolo9

Anúncios

Carpaccio simplão de berinjela com bacanudo molho de cebola

É leve
É rápido
É prático
É bem delicinha
E é light – porque é aniversário da Jaque, minha musa fitness vegana!
A ideia é desidratar as fatias de berinjela no forno e hidratá-las com um molhinho saboroso.
O gosto e a textura ficam bem delicados, então, pode servir com canapés, bolachinhas ou acompanhando arroz e um prato principal.

****Antes da receita:
A gente sabe que veganismo não é só alimentação. Então, quem puder ajudar o pessoa da Associação Natureza em Forma, é só clicar na imagem. Não pode adotar? Ajuda divulgando!
suzi

Agora, bóra se jogar na receita que é, ó, a coisa mais fácil que fiz nos últimos tempos!

carpaccio5

2 berinjelas
1 fio de azeite + 50 ml de azeite [se quiser fazer mais light, diminui o azeite]
50 ml de vinagre branco
1/2 cebola
1/2 colher de chá de mostarda
1 colher de chá de orégano
50 ml de água fervente
sal

Corta as berinjelas em fatias bem finas – lembra que elas vão desidratar no forno e ficar mais finas ainda. Aí, leva pro forno médio, numa assadeira untada e com um fio de óleo.
Deixa uns 20 minutos, vira, mais 10 minutos.
As fatias vou estar douradas e levemente crocantes.

carpaccio4

 

Enquanto assa, vai cuidar do molhinho:
Pica cebola, coloca numa tigela com a água quente. Coloca os outros ingredientes. Aí, tira a beringela do forno e coloca nesse molhinho – se o molho não cobrir todas as fatias, coloca um pouco mais de água. Deixa na geladeira até a hora de comer.
As fatias absorvem o caldo e ficam com uma textura firme e suculenta 🙂

carpaccio7

[É tudo abacate] Molho Tártaro e Aïoli + bônus: batata rústica e couve-flor passarinha

Tá na época do abacate, então duas receitas simples. São opções de molhos  bem cremosinhos pra acompanhar sanduíche, batata assada, bolachinha… Como tem vários temperinhos, não se nota o sabor do abacate.

Ai, o processo é bem simples, então, vou deixar grudadinho com os ingredientes. 😉

aioli3

Molho Tártaro
1/2 abacate
1/2 cebola
1/2 limão [só o caldo]
1/2 colher de chá de mostarda
6 alcaparras [ou 3 se colocar o pepino]
1/2 pepino em conserva [se tiver, eu não tinha, não botei]
Salsinha [o quanto quiser]
sal
cúrcuma [se quiser amarelinho]

Bate tudo, menos a salsinha, até ficar cremoso. Depois, experimenta o sal, coloca a salsa e bate mais um pouco. Pronto!
-Perdoa a foto ruim  v

aioli2aioli9

 


 

aioli5

Aïoli [tipo uma maionese de alho]
1/2 abacate
1 dente de alho [se quiser mais forte, coloca mais. Ah, sem o germe – pra dar uma aliviada]
1/2 colher de chá de mostarda [o ideal é dijon, mas pode fazer com a que tiver em casa]
1/2 limão
sal
cúrcuma [se quiser amarelinho]

Bate tudo até ficar cremoso. 😉
-Pra tirar o germe do alho e deixar ele mais delicado, é só amassar o dente com uma faca e tirar o tubinho que fica no meio.
-A foto também tá esquisita, acho que errei na luz, mas é o que tem pra hoje!

aioli1aioli7

[Bônus 1] As batatas eu só cortei em fatias e levei ao forno alto com sal e óleo. Deixei um tempo, mexi, deixei mais um tempo. Ah, assadeira anti-aderente ajuda 😉

aioli6

[Bônus 2] A couve-flor passarinha foi feita segundo ESSA receita, só troquei o shimeji

aioli8

Molho divo de tomate e seus colegas da feira

Esse molho eu comecei a fazer em casa num dia que tava faltando tomate e precisava fazer o molho “render”. Aí, pá, comi e ficou uma coisa incrível, a cor é sensacional, ele é todo lindo! Sim, acho que me apaixonei por um molho. ❤

Dica da Tata: Compra um monte de tomate no fim da feira, aqueles da promoção, sabe?  Aí, faz um monte de molho e deixa congelado. Nunca mais você vai precisar comprar molho pronto! \o/ \o/ \o/

divo8
1 cenoura pequena
1 beterraba média
1/2 cebola
1 dente de alho
8~10 tomates
2 colheres de sopa de óleo
1 colher de sopa de água
Azeite – só pra finalizar, é opcional
Ervas – usei orégano, manjerição e louro
Sal
Pimenta do Reino

Bate no liquidificador: cenoura picada, beterraba picada, cebola, alho, óleo e água. Vai virar um purê. Leva pra panela com uma pitada de sal e uma folha de louro. Mexe até ficar uma pasta encorpada – o sal vai fazer as coisas soltarem água e essa refogada boa vai caramelizar o açúcar dos legumes.

 

Enquanto isso, bate os tomates no liquidificador. Depois, coloca esse “suco” na panela com o refogado. Mexe e deixá lá reduzindo. Quanto mais reduzir, mais gostoso vai ficar. Aí, quando achar que tá bom, apaga o fogo, coloca as ervas e, se quiser/puder, finaliza com azeite. Pronto!


Dica da Tata 2:
Pode colocar ele no macarrão ainda quente ou…
-Colocar o molho quente num vidro fervido. Guarda na geladeira [não na porta] por mais de 1 semana, sem abrir o vidro.
-Coloca em potinhos e congela. Aí, dura alguns meses.

divo10divo9